quarta-feira, 12 de agosto de 2009

Só pra constar.

Odeio meu jeito de ser. Queria mudar. Dizem que é impossivel. Só queria deixar aqui, registrado, o fato de que odeio ser sensível demais.

3 comentários:

Amanda disse...

Eu tbm odeio. Tanto que me forço a ser insensível as vezes e o resultado é que acabo me odiando por nao ter sido sensivel.
Complicado.

Renato L. Ferrer disse...

Ah, já tentei tanto não ser sensível também! Esse é meu lado negro, um lado obscuro, em que eu nem gosto de mexer, pois sei que pode me machucar. E sabe o que eu faço pra driblar esses percalços? Eu escrevo! Pra me entender, entender os outros. E me sinto melhor assim, sabendo que sou sensível e que consigo sobreviver, mesmo assim... Abraços!

Nara Murta disse...

Vale mais o coração, Daniel.